Efeito da privação de sono paradoxal sobre os limiares da reação de defesa induzida pela estimulação elétrica da matéria cinzenta periaquedutal: Correlações neuroendócrinas

Resumo: O Transtorno do pânico (TP) é um transtorno mental comum que afeta até 5% da população em algum momento da vida, sendo caracterizada pela presença de ataques de pânico recorrente. Constitui uma psicopatologia que pode ser significativamente afetados pela privação do sono, essa relação ainda não é bem conhecida. Neste contexto, modelos experimentais de ataques de pânico e de privação de sono, podem ser ferramentas úteis na investigação de possíveis correlações, uma vez que a privação de sono é uma condição cada vez mais observada na sociedade moderna. Sendo assim, o objetivo do presente estudo será avaliar os efeitos da privação de sono paradoxal sobre os limiares da reação de defesa induzidos por estimulação elétrica da substância cinzenta periaquedutal (MCPA). Metodologia: Ratos Wistar, orgainizados em 3 grupos: Controle (C), Privação (PS) e Privação + Bloqueio da corticosterona (PBC), terão eletrodos intracranianos implantados cirurgicamente, submetidos à privação de sono e estimulados na MCPA antes, durante e após privação. O grupo C não será privado de sono e o grupo PBC será tratado com metirapona para bloqueio da corticosterona. As curvas de limiares dos comportamentos defensivos serão obtidas por ajuste logístico das freqüências acumuladas de resposta, e comparados entre os diferentes momentos do experimento nos distintos grupos.

Data de início: 2013-04-04
Prazo (meses): 24

Participantes:

Papelordem decrescente Nome
Aluno Mestrado Rafaella Vila Real Barbosa
Coordenador Athelson Stefanon Bittencourt
Vice-Coordenador Ana Paula Santana de Vasconcellos Bittencourt
Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Marechal Campos, 1468 - Bonfim, Vitória - ES | CEP 29047-105