Estudo do potencial terapêutico de nanopartículas de ouro produzidas com coffea arabica

Resumo: A biossíntese emergiu como alternativa simples e viável para a produção de nanopartículas que demandam produtos químicos perigosos e, por isso, apresentam grande potencial para a aplicação terapêutica. Como modelo, utilizaremos o café que possui uma importância regional e é provavelmente a bebida mais popular do mundo, está sob grande atenção ultimamente devido ao seu promissor potencial farmacológico. Assim, o presente estudo desenvolveu uma rota de síntese de nanopartículas de ouro a partir do extrato aquoso de grãos verdes de Coffea arabica, avaliando a diferença entre o extrato de café orgânico e não orgânico, bem como a sua influência na formação de nanopartículas metálicas. Para isso, realizaremos um estudo piloto e um planejamento fatorial, os quais possibilitaram determinar uma rota capaz de produzir nanopartículas de ouro com alta eficiência de extinção da luz, com maior uniformidade de tamanho e forma, além d boa estabilidade. Além disso, as nanopartículas serão caracterizadas em relação a presença de grupos funcionais em sua superfície.

Data de início: 2018-05-14
Prazo (meses): 60

Participantes:

Papelordem decrescente Nome
Coordenador Marco Cesar Cunegundes Guimarães
Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Marechal Campos, 1468 - Bonfim, Vitória - ES | CEP 29047-105